• Solar da Serra

    Estância Turística de Salesópolis

    Aspectos geográficos, históricos e econômicos

    Salesópolis é uma cidade que se localiza na Região Metropolitana de São Paulo, no extremo leste da região. O Município conta com 427 quilômetros quadrados de área, e se situa a 850 metros de altitude, em média. Com base no censo do ano 2000, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2009), a cidade possui 14.357 habitantes. Seu relevo é formado pela Serra do Mar, na região sul, sudeste e sudoeste do Município, além de morros e colinas nas outras áreas. Como vegetação predominante há a mata atlântica, que no total das áreas protegidas, corresponde a 142 Km2 do Município (ALMEIDA, 2000b). A Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, o SEADE, (SÃO PAULO, 2009) aponta que Salesópolis tem 56,3% de sua área coberta pela vegetação nativa.

    Almeida (2000b) aponta que, grande área do Município, cerca de 130 Km2, é ocupada pelo Eucalipto, cultura que teve grande crescimento com o advento da industrialização em São Paulo. Salesópolis conta com 99% de coleta e 90% de tratamento de esgoto, situação compelida pela Lei de Proteção aos Mananciais, Lei Estadual nº 898, de 18 de dezembro de 1975 (ALMEIDA, 2000c).

    Administrativamente, Salesópolis é dividido em 26 bairros , além do Distrito de Nossa Senhora dos Remédios (criado em 1981), e faz divisa com os seguintes Municípios: Biritiba Mirim, Bertioga, Caraguatatuba, Guararema, Paraibuna, Santa Branca e São Sebastião.

    A atividade turística, no Município de Salesópolis, é visto como uma alternativa econômica, dentro do contexto das restrições no uso do solo que o Município passou a ter com a Lei de Proteção aos Mananciais, em 98% do território do município (ALMEIDA, 2000c), além da instalação de áreas de proteção ambiental como o Parque Estadual da Serra do Mar e a construção de represas em áreas cultiváveis.

    Entre as outras atividades econômicas no território do Município, conforme dados do IBGE (2009), na pecuária com a presença de rebanhos bovinos, eqüinos, suínos, caprinos, ovinos, galinhas, vacas ordenhadas, além da produção de mel de abelha. É expressiva a silvicultura com produção de 201.418 metros cúbicos de madeira, para produção de papel. Na produção agrícola encontra-se a produção de batata doce, feijão, mandioca, milho, tomate, caqui, laranja, limão e tangerina. O Produto Interno Bruto da cidade atinge R$ 190.443.000,00, com PIB per capita de R$ 12.565.


    Saiba mais fazendo download do histórico completo ou escrevendo para ecotur@ecotur-turismo.tur.br.